© 2017 por Amplex

Brasil

  • Black LinkedIn Icon
  • Preto Ícone Instagram
  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon

www.amplex.com.br

+55 21 2492-3301

6 Tendências em Gerenciamento de Ativos Digitais para 2020

16/05/2019

O Gerenciamento de Ativos Digitais está em alta há vários anos e vem se moldando cada vez mais pelas tecnologias emergentes. Listamos a seguir 6 tendências deste mercado, nas quais você deve ficar de olho.

 

 


1. A "Jornada do Comprador" está mudando

 

Há apenas 5 ou 6 anos atrás, ao ficarmos insatisfeitos com um produto, simplesmente conversávamos com nossos conhecidos a respeito e eventualmente registrávamos uma reclamação com o fornecedor. Mas no mundo digital em que vivemos hoje, o feedback do cliente viaja muito mais rápido do que antes. E precisamos prestar atenção em alguns pontos:

  • Espera-se que 80% da jornada do comprador ocorra sem qualquer interação direta entre humanos em 2020;

  • 90% dos compradores B2B dizem que encontrarão você quando estiverem prontos;

  • 85% das interações com clientes serão automatizadas em 2020.

(fonte: Cloud predictions, Oracle, 2019)

 

Os clientes estão cercados por informações e a jornada de compra deixou de ser uma via de mão única. Neste cenário, a velocidade é essencial para as vendas: você precisa entregar o conteúdo certo rapidamente e estar disponível para responder perguntas assim que solicitado. A interação com os clientes acontecerá em muitos níveis diferentes, o que significa que precisamos começar a pensar que a automação do marketing é a forma mais viável de atingir as metas de relacionamento com o mercado.
 

Foto: rawpixel, Unsplash

 

 

 

2. Da Confiança Zero à Confiança Digital

 

Em 2010, um novo conceito chamado Zero Trust (Confiança Zero) foi introduzido, propondo que as organizações deveriam verificar todo o tráfego de rede, a fim de  detectar comportamentos anormais, principalmente antes de conceder acessos ("nunca confiar, sempre verificar").

 

Segurança e risco ainda são os principais inibidores para adoção da computação em nuvem. No entanto, as coisas estão evoluindo. Os serviços de segurança baseados em nuvem representarão um volume de negócios da ordem de US$ 15 bilhões até 2023.

 

Confiança é o fator mais importante em toda e qualquer interação que temos com um cliente.

 

 

 

3. Vamos para a nuvem

 

Líderes de mercado estão produzindo inovações na nuvem e não há sinais de desaceleração. Uma pesquisa da Oracle mostra que 85% de todo processamento corporativo migrará para a nuvem e que as organizações estarão provavelmente incluindo seus arquivos de mídia neste movimento. Além disso, 80% das organizações terão migrado seus data centers locais para a nuvem até 2025.

 

Sua empresa tem uma estratégia para a nuvem? As ferramentas de gerenciamento de ativos digitais, como o FotoWare, podem pavimentar o seu caminho - migrando seus dados locais ou em ambiente híbrido para a nuvem ou para o FotoWare SaaS.

 

Imagem: FotoWare

 

 


4. Muito além do computador

 

No nosso dia a dia, estamos rodeados por "coisas" conectadas. O Gartner Group sustenta que, em 2020, 95% dos novos produtos tecnológicos irão utilizar a Internet das Coisas. A IoT (Internet of Things) englobará bilhões de dispositivos e nossos arquivos de mídia não serão mais encontrados em um computador apenas - eles estarão em qualquer dispositivo inteligente, como smartphones, tablets e wearables, que estejam conectados a ambientes como nossa casa, local de trabalho, carro e mais.

 

Uma forma de integração IoT é através de APIs, que são pontos de interação entre um dispositivo e a rede. É inevitável que as organizações do setor de tecnologia ofereçam recursos cada vez mais avançados de integração através de APIs.

 

 

 

5. Além da classificação automática

 

A Inteligência Artificial está se tornando uma poderosa aliada para o gerenciamento de ativos digitais - a classificação automática por reconhecimento de imagem, por exemplo, já está disponível hoje. Outros exemplos de como um sistema DAM (Digital Asset Management - Gerenciamento de Ativos Digitais) pode se beneficiar da IA ​​são: transcrição de fala, leitura labial, identificação de padrões em imagens, verificação de identidade, detecção de erros em documentos e reconhecimento de emoções em rostos, vozes ou textos.

 

Foto: Jenna Day, Unsplash
 

 

 

6. Usabilidade acima de tudo

 

97% dos usuários empresariais mencionam "facilidade de uso" como a qualidade mais importante em sistemas de TI. Usabilidade é vital. Se o seu produto ou conteúdo é difícil de usar ou compreender, isso significa que você está provendo uma experiência ruim para o seu cliente.

 

Além disso, não se trata apenas da facilidade de uso de seu produto ou serviço - a usabilidade também deve ser garantida durante toda a jornada do cliente - desde o momento em que as pessoas pesquisam seus produtos/serviços pela primeira vez, até retornarem a você, após usá-los, para obter suporte. Toda a experiência deve ocorrer de maneira tão fácil e suave quanto possível.

 

 

Fonte: https://www.fotoware.com/blog/7-dam-market-trends-2020

 

 

Quer saber mais como o Digital Asset Management FotoWare pode ajudá-lo nesta jornada? Continue acompanhando o nosso blog para descobrir como organizações no Brasil e no mundo gerenciam seus ativos digitais com eficiência e qualidade.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Recomendado

Como o gerenciamento dos ativos digitais economiza tempo e promove a colaboração entre as equipes de Marketing e Vendas da Viastore

July 23, 2018

1/4
Please reload

Recentes